11 agosto 2005

Aflição

Vem e mexe comigo
me deixa aflito
e se faz notar

Marca com sua presença
nem pede licença
e me faz viajar

Olha de lado
e me deixa arrasado
talvez seja esse o seu jeito de ser

Faz mais ou menos um ano
que a gente se encontra e começa a se ver
Pinta no peito da gente uma enorme vontade de se conhecer
Mas de repente o ciúme aparece
e no mesmo instante põe tudo a perder...

1985

Um comentário:

Sol disse...

Isso aqui tem virado meu livro de cabeceira,cada trecho que leio me indentifico com algo.Estranho isso,mas passa um filme em minha mente e a vontade de ler me toma cada vez mais.
Leo,isso me lembrou algo...
Um começo,sem meio e sem fim.
Bjinhos,
Sol.